Quinta-feira, 1 de Abril de 2004
Os impostos entre os culpados da baixa produção
2004.04.01

Estado do Saber
Os impostos entre os culpados da baixa produção

Helena Garrido


Os trabalhadores europeus dos países mais desenvolvidos produzem tanto por hora como os norte-americanos.



Mas cada europeu produz bastante menos que o seu colega dos Estados Unidos. Na dureza dos números, as diferenças de produtividade entre a Europa e os
Estados Unidos reside apenas no facto dos europeus trabalharem menos horas que os norte-americanos, conforme tem sublinhado o governador do Banco de
Portugal. Nem sempre foi assim. Nos anos 70 os trabalhadores europeus trabalhavam mais horas que os do outro lado do Atlântico.

A Estratégia de Lisboa, aprovada em 2000 durante a presidência portuguesa da UE, tem como objectivo transformar a União na economia «mais competitiva
do mundo em 2010». Os objectivos de emprego, educação ou utilização da Internet não são mais que vias para aumentar a produtividade europeia. E
vivendo-se um tempo avaliação intermédia, e quando os próprios Estados membros se mostram muito críticos quanto ao método seguido, considerando-o
desajustado dos objectivos, é altura de repensar nas causas desta baixa produtividade europeia.

O trabalho da autoria de Edward Prescott* da Reserva Federal de Minneapolis dá uma visão sobre as razões que levam os europeus a trabalhar menos que
os norte-americanos, olhando para os impostos e especialmente para a tributação do rendimento do trabalho, incluindo aqui também a segurança social.
Prescott conclui que são as elevadas taxas de imposto que explicam a reduzida oferta de trabalho nos países europeus como a Alemanha e a diminuição
face ao que se passava nos anos 70.

O trabalho, que incide apenas sobre os países que integram o Grupo dos Sete - Alemanha, França, Reino Unido, Itália, Canadá, Japão e Estados Unidos -,
começa por descrever a situação. Nos anos de 1993 a 1996 os EUA tinham um rendimento por habitante com idade superior a 15 anos e inferior a 64 que
era 40% superior aos dos países europeus. Mas esta diferença devia-se exclusivamente ao diferente número de horas trabalhadas, já que em matéria de
produção por hora os países europeus estavam ao nível ou ultrapassam os EUA. Os franceses, por exemplo, tiveram nesse período uma produtividade
horária superior em 10% à norte-americana. Os dados usados pelo autor são da OCDE em paridades de poder de compra.

Quando se recua ao início da década de 70 a situação é completamente diferente. Os europeus trabalhavam, com excepção dos italianos, mais horas que os
americanos mas a sua produção por habitante e horária estava basicamente ao memso nível de 75% da média dos EUA.

O autor mostra que os europeus começaram a trabalhar menso por causa dos impostos. Quando as taxas de tributação eram semelhantes nos EUA e nos países
europeus, o número de horas de trabalho - a oferta de trabalho - era basicamente igual nos dois lados do Atlântico. E demonstra que as diferenças
entre a oferta de trabalho em França e na Alemanha é basicamente explicada pelos impostos, o que não acontece em Itália, onde outros factores, como os
institucionais, parecem ter também importância.

Um trabalho que coloca a culpa da baixa produtividade nos impostos, tal como alguns políticos europeus. Dizendo que a redução dos impostos aumentará a
produção e, no limite, reduzirá as ameaças que pairam sobre a segurança social.

«Why do Americans work so much more than europeans?», Edward C. Prescott, NBER Working Paper nº 10316, Fev 2004, www.nber.org


publicado por sac3107 às 21:38
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De O Ainda TATA Nivel 1 a 3 de Abril de 2004 às 01:51
Parabéns pelo blog! Vai já para os favorites! :))
Bem aventurados os que ainda trabalham para o bem de todos!

Um abraço,
Pedro


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

...

Convenções para evitar a ...

Deduções e abatimentos no...

OBRIGAÇÕES DECLARATIVAS ­...

Lista de Programas de Fac...

Simulador de IRS 2011

Música céltica - moderna ...

Música céltica - moderna ...

Moedas pouco usuais

Moedas japonesas

arquivos

Abril 2012

Março 2012

Abril 2010

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Fevereiro 2007

Outubro 2006

Agosto 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Janeiro 2004

Dezembro 2003

Novembro 2003

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds