Terça-feira, 6 de Abril de 2004
A titularização com problemas?
BES RECUSou INTEGRAR SINDICATO BANCÁRIO DO CITIGROUP
Por CRISTINA FERREIRA
Terça-feira, 06 de Abril de 2004

O banco de investimento Finantia e o Banco Português de Investimento (BPI) são duas instituições financeiras que aceitaram integrar o sindicato bancário de colocação das dívidas fiscais e da Segurança Social, liderado pelo Citigroup, e onde os grupos Caixa Geral de Depósitos (CGD) (CaixaBI) e Banco Comercial Português (Millennium BCPInvestimento) surgem como líderes conjuntos por proposta do banco norte-americano. Segundo o PÚBLICO apurou, o Banco Espírito Santo (BES), também sondado para integrar o sindicato bancário, declinou o convite. Para além do Citigroup, o Ministério das Finanças apenas consultou mais uma instituição, a Finantia, liderada por António Guerreiro, para pôr de pé a operação de titularização das suas dívidas fiscais. O envolvimento da Finantia numa primeira fase resultou de uma intervenção da Inspecção Geral de Finanças que terá aconselhado o Governo a recorrer a mais do que uma entidade antes de adjudicar o negócio e quando já tinha iniciado conversações com o Citigroup (Ler PÚBLICO de 20 de Março de 2004).

De acordo com o contrato celebrado entre o governo e o Citigroup (que havia liderado uma operação idêntica em Itália), o valor das dívidas ao Estado português a securitizar é de 11,4 mil milhões de euros, enquanto a sociedade de "rating" Fitch aponta um montante inferior, de 10,9 mil milhões de euros.

A cedência das dívidas fiscais ao banco norte-americano por um montante que ronda apenas 1,7 milhões visou assegurar ao governo liderado por Durão Barroso a antecipação de receitas e o cumprimento das metas orçamentais de 2003 e de 2004, ou seja, a manutenção do défice público abaixo dos três por cento do Produto Interno Bruto (PIB). As dívidas fiscais ao Estado serão vendidas a investidores através da emissão de obrigações que serão colocadas no mercado internacional, o que permitirá ao Citigroup recuperar o capital antecipado. A operação de venda de 1,7 mil milhões de euros de títulos já começou com "road show", encontros destinados a convencer investidores a adquirirem as dívidas, em várias cidades europeias, Lisboa, Madrid, Paris, Bruxelas, Dublin, Londres, Munique, Frankfurt e Estocolmo.

este é o link
_____________________________________
Rf3085: Assim o, opinion maker, BES dá um pontapé nas expectativas de muita gente. Por isso é este banco tem sido tão cauteloso com a sua carteira de crédito.


publicado por sac3107 às 21:29
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

...

Convenções para evitar a ...

Deduções e abatimentos no...

OBRIGAÇÕES DECLARATIVAS ­...

Lista de Programas de Fac...

Simulador de IRS 2011

Música céltica - moderna ...

Música céltica - moderna ...

Moedas pouco usuais

Moedas japonesas

arquivos

Abril 2012

Março 2012

Abril 2010

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Fevereiro 2007

Outubro 2006

Agosto 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Janeiro 2004

Dezembro 2003

Novembro 2003

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds